quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

CASAMENTO X DIVÓRCIO


O Casamento não é um mero contrato social, mas uma instituição divina que tem de ser levada a sério e firmada de acordo com a vontade de Deus. Como o cristão deve encarar o casamento?

I – TÓPICO
CASAMENTO NA ANTIGA ALIANÇA

Trata-se de uma aliança monogâmica e heterossexual, comprometendo um homem e uma única mulher (Gn 1.26,27; 2.18;3.16).

Considerações

Proibições
Casamento entre pessoas do mesmo sexo não é permitido e é abominação a Deus (Lv. 18.22).
Casamento não podia acontecer fora da parentela e sendo não podia acontecer com irmão ou irmã, e os casamentos mistos (estrangeiros, fora da parentela) não eram permitidos, devido desvio da aliança divina (Êx 33.2; Dt 7.1-6).
Nos tempos de Neemias, houve casamentos mistos e foram dissolvidos, pois desobedeceram a ordem divina e Neemias os lembraram do que aconteceu ao rei Salomão por tomar mulheres estranhas (Ne 13.23,24 e 26; Lv 20.7).
Divórcio
Palavra na Bíblia, tanto no Novo testamento como no Antigo, aparece como "Apolyõ", ou como "Apostasion". No AT, essas palavras são raras, "Apoliõ" se emprega numa variedade de sentidos, inclusive o divórcio (Dt 24:1 e Ed 9:36). "Apostasion" aparece quatro vezes como "Titulo de divórcio" (Is 50:1 e Jr 3:8). No N.T., "Apolion" tem os mesmos sentidos do grego. Significa também (como no AT): soltar um prisioneiro, libertar da doença, inocentar, mandar embora, demitir, deixar morrer e principalmente divorciar uma esposa.

- Segundo Dt 24.1-4 o homem podia se divorciar se encontrasse algo na mulher que não o agradasse, porque encontrou algo vergonhosa nela. No entendimento do texto percebemos a possibilidade de um novo casamento, dentro da limitação da mulher não retornar ao primeiro marido caso ela casasse de novo.

II – TÓPICO
CASAMENTO NA NOVA ALIANÇA

UNIÃO
Toda a união deveria ser feita ou casamento em si no Senhor, ou seja, sob a direção de Deus (1 Co 7.39)

Considerações
“O que Deus ajuntou..” (Mt19.6b) está escrito o que Deus ajuntou, mas como saber se determinada união fora feita por Deus ? A união de duas pessoas significa pacto eterno, por isso uma vez tendo casado na direção de Deus e apresentado ao Senhor o homem não está livre para separação como bem entender.

DIVÓRCIO
AS DUAS ESCOLAS DO DIVÓRCIO:
Alguns anos antes de Cristo, dois famosos rabinos judeus, apresentaram suas posições sobre o divórcio. Essas posições foram chamadas de duas escolas:
a.    A Escola de Shamai: Proibia o divórcio, exceto sobre a alegação do adultério. Trata-se de um posição mais conservadora, e segundo a lei e o N.T., a mais correta;
b.    A Escola de Hilel: Praticamente permitia o divórcio por qualquer motivo, fugindo dos propósitos de Deus e caindo no desejo humano.

- Jesus sendo questionado sobre o divórcio se o mesmo podia acontecer por qualquer motivo, ele não o proíbe, mas o regulamenta da seguinte forma: a carta de repúdio só podia ser concedida em caso de adultério (no original aqui quer dizer todas as relações sexuais ilícitas). Fora disso a dissolução e casamento novo seria de adultério para as ambas partes (Mt 19.3-12). 

Em Mc 10.2-12 e Lc 16.18 Jesus deixe claro que Deus é contra o divórcio, mas por causa da dureza do coração do homem liberou, e por ser uma aliança eterna um novo casamento implica em adultério.

“Se algum irmão tem mulher incrédula, e esta consente em morar com ele, não abandone; e a mulher que tem marido incrédulo, e este consente em viver com ela, não deixe o marido’ (1 Co 7.12,13), O apóstolo Paulo deixa claro por este versículo que ninguém está livre para ser separar só porque a outra parte não é crente, mas se o descrente quiser se separar ai sim a separação é permitida.

Em suma, em caso de perversões sexuais ilícitas e desejo do descrente pode haver divórcio. Jesus em Mt 19.2-12 deixa claro que palavra sobre o divórcio nem todos o podem receber e Paulo em 1 Co 7.2,7-9 fica explicito que a condição do celibato não é para todos. Diante disso entre o ficar pecando é melhor que case de novo, contando que seja no Senhor.

Fontes:
Bíblia de Estudo Adicional e Bíblia Estudo Pentecostal.
Revista Lições Bíblicas, As conseqüências do Jugo Desigual, Pr. ElienalDo Renovato, Editora CPAD, 2011.
Artigo elaborado pelo Diác. Robson Santos, Assembléia de Deus, Cariacica / ES.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...