quarta-feira, 20 de junho de 2012

PARA SER DISCÍPULO DE JESUS, É NECESSÁRIO

CAMINHO DE RENÚNCIA - 

"Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me." (Mateus 16.24) 



No texto acima, Jesus estabelece um importante princípio para todos aqueles que desejam segui-lo e se tornarem seus discípulos. Ao analisar o contexto, é possível perceber nos versículos anteriores que o Senhor Jesus tinha acabado de anunciar aos Seus apóstolos, pela primeira vez, a aproximação de Sua morte e humilhação (v. 21). Pedro se assustou, e disse, “Tem compaixão de Ti, Senhor” (v. 22). Essa afirmação de Pedro expressa uma mentalidade carnal comum presente na humanidade.


O homem vive em uma constante busca pela felicidade e realização dos seus sonhos. Sempre preocupado em preservar sua autodefesa. Esse é o caminho do mundo, a centralização em si mesmo. Preste atenção na declaração de Pedro: “Tenha compaixão de ti”. Essa é a soma de sua filosofia.

Em contrapartida, temos a doutrina de Cristo, que não prega “salve a si mesmo”, mas sim, “sacrifica a si mesmo”. Sendo bem honestos, é notório que hoje esse ``evangelho´´ não está sendo muito pregado.

Uma grande parte do material cristão que temos disponível hoje refere-se à auto-ajuda. Pouco tem se falado em morrer, negar suas vontades ou aprender a abrir mão dos seus próprios interesses.

Mediatoriamente, a cruz de Cristo permanece sozinha, mas é preciso entender que experiencialmente ela é compartilhada por todos que desejam se tornar discípulos de Jesus.

Para ser discípulo de Jesus, é necessário:

• NEGAR A SI MESMO;

• TOMAR A SUA CRUZ;

• SEGUIR A JESUS.

Você entende que não é opção, e sim uma CONDIÇÃO? Ou seja, nos tornarmos discípulos de Jesus implica diretamente no cumprimento dos pré-requisitos acima.

É interessante observar que, Ele coloca todos no mesmo nível. Sendo assim, não é uma exigência para se tornar um pastor, evangelista, profeta, apóstolo, obreiro, missionário, adorador, etc. Trata-se de uma exigência para o primeiro nível, que é: ser discípulo.

Vamos analisar mais de perto esses três pré-requisitos que Jesus menciona.

Negar a si mesmo 

O evangelho de Lucas no capítulo quatorze versículo trinta e três diz:

Assim, pois, todo aquele dentre vós que não renuncia a tudo quanto possui, não pode ser meu discípulo.

Negar a si mesmo, não significa somente abrir mão dos sonhos. A atitude de negar a si mesmo implica em abrir mão de sua vontade para fazer a vontade de Deus. Significa dizer NÃO para a própria carne e dizer SIM para os propósitos do Senhor.

Pense na seguinte situação: você está dirigindo e alguém lhe fecha no trânsito. A primeira reação de qualquer ser humano é retalhar, mas se, ao invés disso, você perdoar, com isso estará negando a si mesmo.

Quando alguém lhe trata mal ou lhe trai, e você perdoa. Isso é negar a si mesmo.

Mas não pense que negar a si mesmo envolve somente não retribuir o mal com o mal, pois vai além disso. Significa também abrir mão de algo que você realmente deseja. Situações simples como quando você está com muito sono, em que a única coisa que você quer é deitar na cama e descansar. Mas ao invés de dormir, você decide abrir mão de algumas horas de sono para orar ou ler a Bíblia. Isso é negar a si mesmo.

O próprio jejum é uma atitude de negar a si mesmo.

Tomar A Sua cruz 

E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.

Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á. (Mateus 10.38-39)

Primeiro é necessário entender o que é a cruz. A sua cruz não é seu cônjuge, seu pai, seu filho, nem uma doença ou problema qualquer.

Da mesma forma, tomar a cruz de Cristo, não significa apenas deixar de matar, roubar, usar drogas, adulterar, se prostituir, etc. Mas consiste em estar no centro da vontade de Deus.

É poder dizer como Jesus disse em Mateus 26.39: “Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres”.

Paulo condena a justiça própria, dizendo “porquanto, não conhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus” (Romanos 10:3). Em contrapartida, referindo-se a si mesmo declara: “ não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé” (Filipenses 3:9).

Jesus não se preocupou em agradar a si mesmo (Romanos 15.3), no entanto, Ele preferiu e decidiu fazer a vontade do Pai.

SEGUIR A JESUS 


“Pois, quem quiser salvar a sua vida por amor de mim perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.” (Mateus 16.25)

Você está disposto a segui-lo?

Se a resposta for sim, você entende que existe um preço? Isso implica em negar a si mesmo.

Em João 12.24 está escrito “Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo caindo na terra não morrer , fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.”
Você está disposto a morrer para poder dar frutos?



Está disposto a ser chamado de fanático por amor ao evangelho?

Em Filipenses 2.5 diz “ Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus.”


Esse sentimento é a atitude de esvaziar-se. Mas você pode se perguntar, esvaziar-se do quê ?



E a resposta é: de tudo, absolutamente TUDO. E então, você está realmente disposto?

Você está disposto a NEGAR A SI MESMO, TOMAR A SUA CRUZ e SEGUI-LO?

Faça parte de uma geração que não se vende e não se corrompe.





Fonte: Patricia Ribeiro

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...