segunda-feira, 25 de junho de 2012

Subsídios e Dinâmicas da Lição 01 (3º Trimestre): No Mundo Tereis Aflições


Professoras e professores, para esta lição e panorâmica do trimestre, apresento as seguintes sugestões:
1 - Iniciem a aula, cumprimentando os alunos, perguntem como passaram a semana. Escutem atentamente as falas dos alunos e observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração. Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Compreendem a importância desse ato?
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
2 - Façam a  panorâmica do trimestre, apresentando:

- O Tema: Vencendo as Aflições da Vida – Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas.
A capa:
O que vemos?
Armadura que nos remete a defesa, proteção.
Paisagem que nos transmite calma, tranquilidade.
O que a figura tem a ver com o tema?
A armadura que possuímos em Deus que nos protege e nos ajuda a vencer as dificuldades e saber que Deus nos leva a verdes pastos e águas tranquilas(Sl 23.02).
Comentarista: Pastor Eliezer de Lira e Silva. Há algumas informações sobre ele na “Interação” da lição 01. Apresentem uma foto, se possível.
Lições do trimestre: Apresentem os temas a serem estudados da seguinte forma: Vocês leem o título da lição e os alunos o texto áureo.

3 - Agora, comecem o estudo da lição 01: No Mundo Tereis Aflições.

- Para trabalhar o tema do item I, procurem apresentar reportagens sobre os tipos de aflições quer sejam de causa natural, econômica e física. Em seguida, contextualize este tema para o tipo de classe que você ensina.

- Afirmem que os crentes não estão livres de sofrer dificuldades, pois a causa do sofrimento refere-se a queda humana, através do pecado, e  em consequência trouxe  a degeneração do homem à nível social, moral e espiritual.

- Agora, perguntem: Como podemos vencer as aflições? O que as dificuldades podem promover em nós?
Aguardem as respostas. Depois utilizem a dinâmica “Vencendo o Gigante”. 

- Para concluir a aula, sugiro a leitura do texto “O Bordado”, que proporcionará a reflexão de que Deus está no controle, a soberania divina e Sua vontade.
Objetivo: Refletir sobre as condições para vencer os obstáculos, os problemas e aflições.

Material: ½ folha de papel ofício e caneta para cada aluno.

Procedimento:
- Entreguem ½ folha de papel ofício para cada aluno.
- Solicitem que cada aluno desenhe uma figura humana grande e outra pequena, que representarão um gigante e ele(o aluno) respectivamente.
- Peçam para que o aluno reflita sobre qual o “gigante” que está perturbando sua vida, isto é, aquilo que está causando dor, sofrimento etc.
- Leiam: I Sm 17. 23,24,37,40,41,42,48,49.                                                   
- Solicitem que desenhe 05 pedras ao lado da figura pequena, que representarão as atitudes que ele dever ter para vencer o gigante(o problema, a dificuldade).
Por exemplo: paz, confiança em Deus, oração, jejum, conselho etc.
- Para concluir, leiam Salmo 34.19 e João 16.33.

Texto de Reflexão: O Bordado

Quando eu era pequeno, minha mãe costurava muito. Eu me sentava no chão, brincando perto dela e sempre lhe perguntava o que estava fazendo. Ela respondia que estava bordando. Todo dia era a mesma pergunta e a mesma resposta. Observava seu trabalho de uma posição abaixo de onde ela se encontrava sentada e repetia
- Mãe, o que a senhora está fazendo?
Dizia-lhe que, de onde eu olhava, o que ela fazia me parecia muito estranho e confuso. Era um amontoado de nós e fios de cores diferentes, cumpridos, curtos, uns grossos e outros finos. Eu não entendia nada. Ela sorria, olhava para baixo e gentilmente me explicava:
- Filho, saia um pouco para brincar e quando terminar meu trabalho, eu chamo você, coloco-o no meu colo e deixarei que veja o trabalho da minha posição, está bem?
Mas, com toda aquela curiosidade infantil, eu continuava a me perguntar lá de baixo:
“Por que ela usa alguns fios de cores escuras e outros claros? Por que eles me parecem tão desordenados e embaraçados? Por que estavam cheios de pontas e nós? Por que não tinham ainda uma forma definida? Por que demorava tanto para fazer aquilo?”
Bem mais tarde, quando eu estava brincando no quintal, ela me chamou:
- Filho, venha aqui e sente-se em meu colo; quero lhe mostrar uma coisa.
É claro que fui correndo, louco para ver a sua obra acabada. Eu sentei no colo dela e me surpreendi ao ver o bordado. Não podia acreditar! Lá de baixo parecia tão confuso e, agora, vendo de cima, vi uma paisagem maravilhosa! Como podia ser?
Então, minha mãe me disse:
- Filho, vendo de baixo, tudo parece tão confuso e desordenado porque você não via que na parte de cima havia um belo desenho. Mas, agora, olhando o bordado da minha posição, você sabe o que eu estava fazendo...
Muitas vezes, ao longo dos anos, tenho olhado para o céu e dito:
- Pai, o que estás fazendo?
Ele parece responder:
- Estou bordando sua vida, filho.
E eu continuo perguntando;
- Mas está tudo tão confuso, Pai, tudo em desordem... Há muitos nós, fatos ruins que não terminam e coisas boas que passam rápido. Os fios são tão escuros... Por que não são mais brilhantes?
O Pai parece me dizer:
- Meu filho, ocupa-te, descontrai-se, confie em Mim e Eu farei bem o meu trabalho. Um dia colocarei você no meu colo e, então, você vai ver o plano da sua vida da minha posição!
Muitas vezes não entendemos o que está acontecendo em nossas vidas. As coisas são confusas, não se encaixam e parece que nada dá certo. É que estamos vendo o avesso da vida. Do outro lado, Deus está “bordando”...
Autoria desconhecida.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...