terça-feira, 22 de janeiro de 2013

A VIDA CRISTÃ E A SUBMISSÃO ÁS AUTORIDADES (Rm 13)



OBJETIVO
Conscientizar que a vida cristã se expressa em atitudes com ás autoridades e na demonstração do amor ao próximo.
 
IDEIA CENTRAL DO TEXTO
Ser submisso ás autoridades e demonstrar amor ao próximo.

INTRODUÇÃO
O capitulo em questão não deixa dúvida que mesmo sendo cidadãos dos céus, temos responsabilidades civis, espirituais com ás autoridades e com o próximo, vejamos abaixo:

A SUBMISSÃO ÁS AUTORIDADES:

1.  Todas as autoridades são constituídas por Deus?
·      Ser constituídas por Deus não significa que Deus aprova a forma de governo. Se estiverem no poder, foram por ele ordenadas (Rm 13.1; Jo 19.10,11; 1 Pe 2.12-17);

2.  Os cristãos devem ser obedientes a qualquer exigência legal, ser sujeitos em tudo?
·      No Senhor á obediência ás autoridades é devida, ou seja, não contrariando as escrituras,
(At 5.25-32; Ef 6.1; Rm 13.5; Hb 13.17; Mt 22.21);

3.  Qual é a função das autoridades terrenas?
·      Ela é serva de Deus, agente de justiça, para castigar, punir quem pratica o mal (Rm 13.3-7);

4.  É licito resistir ou questionar uma autoridade / liderança?
·    Ser sujeitos (submissos) não significa concordar ou silenciar diante de quaisquer ações das autoridades, exemplos disto são: Elias x Rei Acabe, João Batista x Rei Herodes, Jesus x Lideres e outros. Resistir ou se opor aqui significa fazer rebelião (Rm 13.2);

5.  Dever cristão para com ás autoridades?
·      Ser submissos (obedientes) e orar pelas autoridades (Rm 13.1-7; 1 Tm 2.1-3; Tt 3.1,2);

O AMOR AO PRÓXIMO:

·      O cristão terá sempre a dívida do amor ao próximo, no restante é importante que não seja devedor em nada (Rm 13.8; Sl 37.21);

·  Em função do amor, o cristão evitará transgredir a lei do Senhor, pois o pecado traz consequências tanto para si como para o próximo.  O amor é cumprimento da lei (Rm 13.9,10);

·   A salvação se completará com a glorificação, por isso é necessário rejeitar aquilo que desagrada á Deus, despertar do comodismo espiritual, andar com dignidade, com uma vida transparente que glorifique á Deus (Rm 13.11-13; 1 Co 10.31);

·      Três recomendações indispensáveis existem neste texto:

- Despertar do sono (sair do comodismo, frieza espiritual) Rm 13.11; Ef 5.14; Ap 3.16.
- Revestir das armas da luz (armas espirituais) Rm 13.12; Ef 6.11-18; 2 Co 10.4;
- Revestir do Senhor Jesus Cristo (santificação posicional) Rm 13.14; 1 Jo 2.6.

CONCLUSÃO

O que aprendemos aqui?
1.  Que temos responsabilidades aqui na terra mesmo sendo concidadãos dos céus;
2.  A obediência às autoridades no Senhor resulta em glorificação ao nome de Deus;
3.  Devemos orar e viver uma vida em retidão para com todos;
4.  Cumprimos á lei quanto amamos á Deus e ao próximo;
5.  A vida cristã precisa ser casta, santa e irrepreensível diante dos homens.

Obs: Este presente estudo não teve a pretensão de ser exaustivo, mas refletir verdades relevantes para uma vida mais completa em Cristo Jesus.

Fonte:
Bíblia de Ajudas Adicionais, Editora Alfalit.
Utley, Dr. Bob, Comentário Bíblico Romanos

Prof. Robson Santos – Cariacica (ES).

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...