quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Dinâmica e Extras - Lição 07: A Vinha de Nabote

Professoras e professores, para esta lição, apresento as seguintes sugestões:
- Para iniciar a aula, destinem pelo menos 05 minutos para manter um contato com os alunos, antes de introduzir o tema da aula. Para isso, vocês devem perguntar como eles passaram a semana; observem atentamente o que eles estão falando, pois vocês podem detectar se há alguém precisando de oração, de uma conversa etc. Apresentem os visitantes.
Vejam também qual o melhor horário para vocês apresentarem os alunos aniversariantes da semana, se houver.
Com esta atitude, somada aquela do início da aula, vocês estão formando vínculos afetivos com os alunos.
- Falem do tema da aula: A Vinha de Nabote.
- Perguntem: O que  aconteceu com Nabote?
Aguardem as respostas.
A partir das ideias dos alunos façam um relato sobre Nabote, não se esquecendo de falar sobre:
A propriedade de Nabote: uma vinha produtiva(apresentem uma figura de uma vinha ou cachos de uvas).
Herança de Nabote não podia ser vendida.
Local da vinha: vizinha a casa de campo do rei Acabe.
Objeto da cobiça de Acabe: propriedade de Nabote
Tentativa de acordo para a compra: rejeitada por Nabote mesmo sendo vantajosa.
Proposta do rei Acabe: uma vinha
melhor ou dinheiro
Comportamento de Acabe após a negativa de Nabote.
A intervenção de Jezabel: a trama, falso testemunho
A morte de Nabote e sua família: apedrejados
Posse da vinha por Acabe
E o profeta Elias, onde entra nesta história? Levou para Acabe a sentença divina.
O arrependimento de Acabe e as consequências dos seus atos.
- Falem: O tema central desta lição é sobre cobiça, tendo como exemplo este episódio entre Acabe e Nabote.
Mas, o que é cobiça?
Definição do dicionário on-line: “Desejo desmedido pelo poder, dinheiro, bens materiais, glórias etc; ambição: a cobiça pode acabar com algumas amizades.
Obstinação intensa para conseguir algo”.
- Trabalhem o conteúdo da lição de forma participativa.
- Para finalizar, utilizem a dinâmica “De Olho na Vinha”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Texto Pedagógico: A utilização de Recursos Visuais na EBD
            A todo o momento recebemos estímulos visuais e também auditivos que objetivam chamar nossa atenção, para determinados fins.
            Na Educação Cristã, os recursos visuais são também fonte de motivação para o ensino, tanto para crianças como para adultos.
            Mas, o que são recursos visuais? Entende-se que são imagens que facilitam a aprendizagem, que podem ser simples ou mesmo sofisticadas, tecnológicas ou não, por exemplo: gravuras, objetos, mapas, cartazes, slides, filmes  etc.
            Vejamos, então algumas vantagens de sua utilização:
            - Desperta a atenção
            - Estimula o interesse e a percepção
            - Torna a aprendizagem mais rápida
            - Aumenta a retenção da aprendizagem
            - Motiva a apresentação e o aluno
            - Torna a aula mais atrativa
            Sabendo dessas vantagens, o professor deve utilizar, sempre que possível, os recurso visuais, nas aulas da EBD, agregando também outras formas de facilitação da aprendizagem, conforme sua criatividade e condições.
            Há uma pesquisa, muito difundida no meio educacional, que aponta o percentual de retenção da aprendizagem de acordo os sentidos envolvidos no ensino:
            O aluno aprende:
20% do que ouve
30% do que vê
50% do que vê e ouve
70% do que ouve, vê e fala
90% do que ouve, vê, fala e faz
            Observem que quando apenas ouvimos durante a aula, retemos apenas 20% do que foi falado. Mas, o percentual aumenta para 50% quando, além da fala, há elementos visuais. E vai aumentando quando participamos, refletimos e praticamos. Então, quanto mais sentidos envolvidos na aprendizagem mais eficaz ela será!
            Então, professor, além de sua fala, agregue outros recursos ao ensino, buscando a participação do aluno para que haja uma quebra da passividade do ouvinte durante a exposição do tema, tornando-o sujeito ativo do seu conhecimento. Com isto haverá uma mudança de paradigma da aula da EBD – aquela que comumente vemos: o professor falando e os alunos escutando... Para que na verdade isto aconteça é imprescindível uma tomada de consciência do professor como agente facilitador da aprendizagem.
            “Mas o que foi semeado em boa terra é o que ouve, compreende a palavra e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta e outro trinta.” Mt 13.23
Por Sulamita Macedo.
Objetivos:
Contextualizar o tema da aula “A Vinha de Nabote” com a vida dos alunos.
Refletir sobre as atitudes do cristão para se defender dos ataques do inimigo.

Material:
Mesa ou bandeja
Uvas (lavadas)
Suco de uva
Copos descartáveis pequenos(tipo cafezinho)
01 saco para lixo
Nomes digitados: raposas(2) e raposinhas(2).
Versículos digitados:
Número 01:  “Eu sou a videira verdadeira e meu pai e o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê muito fruto”. Jo 15. 1 e 2
Número 02: “Apanhai-me as raposas, as  raposinhas,  que fazem mal às vinhas, porque  as nossas vinhas  estão em flor”. Ct 2.15
Número 03: “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar. Ao qual resisti firmes na fé...”. I Pe  5. 8 e 9b.

Procedimento:
- Organizem uma mesa ou uma bandeja com uvas e suco de uva.
- Separem 4 alunos e coloquem neles os nomes digitados raposas e raposinhas.
Deem as seguintes orientações para as raposas e as raposinhas: devem ficar do lado externo do círculo, andando e aguardando o momento de tentar entrar no círculo(quando for lido o versículo número 2). Não há necessidade de empurrar ou machucar alguém. Caso elas consigam entrar no círculo, devem pegar as uvas e sair do círculo. Esta orientação não deve ser escutada pelos outros alunos.
- Organizem os demais alunos em círculo ao redor da mesa ou uma bandeja com uvas e suco de uva.
Orientem para que os alunos fechem bem o círculo. Vocês professores também entram no círculo.
- Entreguem para 03 alunos os versículos digitados(01 para cada) e falem que será dado o comando para que leiam.
- Peçam para que o aluno que recebeu o papel com número 01, leia o conteúdo nele escrito:
 “Eu sou a videira verdadeira e meu pai e o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê muito fruto”. Jo 15. 1 e 2
- Falem: Qual o fruto da videira?
Certamente os alunos vão dizer que é a uva.
- Então, apontem para o centro do círculo, onde estão as uvas e falem: temos aqui o fruto da videira e o suco deste fruto.
Falem ainda que nós fazemos parte da vinha do Senhor.
- Falem: Mas... Há sempre alguém que quer roubar, destruir a vinha, penetrando quando há brechas.
- Peçam para que o aluno que recebeu o papel com número 02, leia o conteúdo nele escrito:
“Apanhai-me as raposas, as  raposinhas,  que fazem mal às vinhas, porque  as nossas vinhas  estão em flor”. Ct 2.15
Nesse momento, as raposas e as raposinhas devem tentar entrar no círculo.
Caso alguma raposa ou raposinha entre ou não no círculo, façam uma reflexão sobre a vigilância, fidelidade, oração, leitura bíblica, firmeza de fé.
- Falem: Estes pontos representam o cuidado com a vinha, tenhamos cuidado para não perdermos a nossa herança.
- Peçam para que o aluno que recebeu o papel com número 03, leia o conteúdo nele escrito:
“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar. Ao qual resisti firmes na fé...”. I Pe  5. 8 e 9b.
- Agora, peçam para que os alunos façam uma relação entre o que eles acabaram de vivenciar na dinâmica e o que estudamos sobre a Vinha de Nabote.
 - Para concluir, sirvam as uvas e o suco para seus alunos.
Observação: Não sujem o ambiente, utilizem o saco de lixo.

Ideia original desconhecida da dinâmica utilizando círculo fechado com tentativa de penetração no círculo por algumas pessoas.
Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...