terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Dinâmica e Subsídios - Lição 09: Elias no Monte da Transfiguração


Professoras e professores, para esta lição, apresento as seguintes sugestões:
- Para iniciar a aula, destinem pelo menos 05 minutos para manter um contato com os alunos, antes de introduzir o tema da aula. Para isso, vocês devem perguntar como eles passaram a semana; observem atentamente o que eles estão falando, pois vocês podem detectar se há alguém precisando de oração, de uma conversa etc. Apresentem os visitantes.
Vejam também qual o melhor horário para vocês apresentarem os alunos aniversariantes da semana, se houver.
Com esta atitude, somada aquela do início da aula, vocês estão formando vínculos afetivos com os alunos.
- Dando continuidade, falem sobre o tema da aula: A Transfiguração.
- Depois, procurem definir o que é “Transfiguração”, inicialmente através das ideias dos alunos e depois apresentem uma definição.
- Façam um relato objetivo sobre a transfiguração:
Personagens envolvidos
Local
O que aconteceu
Quais significados deste momento
- Trabalhem o conteúdo proposto na lição de forma participativa, contextualizando o tema com a vida do seu aluno.
- Depois, utilizem a dinâmica “Luz Ambulante” ou “Luz do Mundo”.
- Leiam o texto “A Serpente e o Vaga-lume”, que proporcionará a reflexão sobre a luta do mal contra o cristão, para que ele não seja luz do mundo.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Texto Pedagógico: Preparando a aula

Professoras e professores, observem esta situação:

“Trim... Trim.... Trim... Trim...Trim
Insistentemente toca o despertador.
O professor da EBD, Fulano de Tal, com um olho aberto e outro fechado, olha para o relógio. São 8:00 horas. Ele se lembra que é domingo, pula da cama e observa no agendamento feito com os colegas professores  que hoje é seu dia de  ensinar. Começa a procurar a revista de lições bíblicas, olha qual o assunto e pensa: Vai ser moleza! E chega à Igreja pontualmente às 9:30 horas”(Por Sulamita Macedo).
O professor Fulano de Tal não se preparou para a aula e vai improvisar, julga que vai ser fácil e ainda não é pontual. Infelizmente, esta é uma situação que pode ser constatada com frequência.
 Mas, vejamos o que a Bíblia nos fala em Lc 14.28: “Pois qual de vós querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?”
Então, posso dizer: Qual de vocês tendo uma aula para ministrar não se assenta primeiro para estudar e organizar as atividades de ensino?
o versículo citado conclama os professores para preparação antecipada da aula.
            Alguns pontos devem ser observados no momento preparação da aula:
- Leiam a lição pelo menos 02 vezes, com uma semana de antecedência.
- Nesta leitura, observem o que há de mais importante. Escrevam pontos que mais chamou sua atenção e são relevantes para sua turma.
 - Pesquisem em outras fontes sobre o tema da aula.
- Organizem um roteiro para trabalhar o tema, contextualizando-o para o tipo de aluno que você ensina.
- Tenham cuidado com o tempo da aula e as atividades que serão realizadas.
- Procurem meios para dinamizar aula, para isso vocês devem estar estimulados e motivados a mudar a rotina das aulas, além de entender que ensinar não é uma atividade unilateral.
 Preparem-se e promovam aulas criativas, dinâmicas e cativantes! Dessa forma, haverá facilitação para o ensino, maior retenção da aprendizagem e participação dos alunos. Com certeza, os resultados aparecerão!
“Se é ensinar, haja dedicação ao ensino”. Rm 12.7b
Para complementar este tema, leiam no Marcador “Texto Pedagógico”:

Planejamento de Aula
A Aula
Por Sulamita Macedo.


Objetivo: Refletir sobre a importância de sermos luz do mundo e o que fazer para que a luz continue resplandecendo.
Material:
Uma lanterna ou um fogareiro
Pilhas para a lanterna ou álcool para o fogareiro
Procedimento:
- Leiam: “E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol e as suas vestes se tornaram brancas como a luz” Mt 17.2
- Falem: De acordo com este versículo, houve uma mudança em Jesus, que resplandecia como o sol e a luz.
- Falem: Nós, através da conversão, tivemos nossa vida mudada, transformada. E Jesus nos alerta para que sejamos luz e que nossa luz resplandeça.
- Então, leiam:
Mt 5.14a “Vós sois a luz do mundo...”
- Agora, apresentem uma lanterna sem pilhas ou um fogareiro sem álcool. Tentem acender, com certeza não conseguirão, pois não tem o elemento que faz a luz aparecer ou a chama acender.
- Falem: Então, perguntem: Mas o que está acontecendo?
Os alunos certamente falarão que deve estar faltando pilha ou o álcool.
- Então, coloquem a pilha ou o álcool e acendam. A luz aparecerá!
- Perguntem: O que pode representar o elemento que faz a luz aparecer, na nossa vida espiritual?
Aguardem as respostas. Anote-as no quadro, reflitam sobre cada uma delas.
- Pequem a lanterna ligada ou o fogareiro aceso e falem: Para que nossa luz brilhe, na escuridão do mundo, é necessário que haja o óleo do Espírito Santo, para que vejam as virtudes do Espírito Santo em nós.
- Depois, leiam: Gl 5. 22.
- Para finalizar, leiam:
Mt 5. 16 “Assim resplandeça vosso luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus”.
Por Sulamita Macedo.


Dinâmica: Luz do Mundo

Objetivo: Refletir sobre a atitude do crente como luz do mundo.
Material: 01 prato  e 01 copo transparentes, 01 vela, água, 01 caixa de palito de fósforos ou isqueiro.
Procedimento:
 Falem que o crente é luz do mundo e acendam a vela e a coloquem no centro do prato, em posição vertical, observando se a mesma está firme.
- Coloquem a água no prato, tendo cuidado para não transbordar. Falem que o crente, representando pela vela acesa, é luz do mundo. O meio em vivemos está simbolizado pelo prato e a água é a Palavra de Deus. Leiam Ef. 5.26.
- Falem ainda, que estamos no mundo, mas temos a Palavra de Deus como guia na vida cristã, além de gozarmos da purificação, santificação. Leiam Sl. 119.105.
- Falem ainda, que o copo representará aquilo que pode apagar nossa luz, como: a desobediência, não vencer as tentações, a prática de coisas ilícitas etc. Então, em seguida, coloquem o copo emborcado sobre a vela.
- Perguntem: O que aconteceu? Mostrem para os alunos as reações ocorridas.
Além da vela ter se apagado, toda a água foi sugada para dentro do copo! Que lições podemos tirar deste procedimento?
- Para finalizar, leiam: Mt 5. 14 a 16 e Rm 12. 2.
Autoria desconhecida.
Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.
Texto de Reflexão: O Vaga-lume
                Conta uma lenda que, certa vez, uma serpente começou a perseguir um pobre vaga-lume. Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensava em desistir.
                O vaga-lume fugiu o primeiro dia, fugiu o segundo dia e nada da serpente desistir. No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:
                - Posso te fazer três perguntas?
                - Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo, pode perguntar – disse a cobra.
                - Pertenço a sua cadeia alimentar?
                - Não – respondeu a cobra.
                - Eu te fiz algum mal?
                - Não – continuou ela.
                - Então, por que você quer acabar comigo?
                - Porque eu não suporto ver você brilhar – disse, finalmente a serpente.
Autor desconhecido

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...