terça-feira, 12 de março de 2013

Dinâmica e Subsídios -Jovens e Adultos – Lição 11: Os Milagres de Elizeu


Professoras e professores, para esta lição, apresento as seguintes sugestões:
- Para iniciar a aula, destinem pelo menos 05 minutos para manter um contato com os alunos, antes de introduzir o tema da aula. Para isso, vocês devem perguntar como eles passaram a semana; observem atentamente o que eles estão falando, pois vocês podem detectar se há alguém precisando de oração, de uma conversa etc. Apresentem os visitantes.
Vejam também qual o melhor horário para vocês apresentarem os alunos aniversariantes da semana, se houver.
Com esta atitude, somada aquela do início da aula, vocês estão formando vínculos afetivos com os alunos.
- Falem que o tema da aula será sobre os milagres de Elizeu, que serão estudados por agrupamento, isto é, estão divididos em 04 grupos
- Então, coloquem no quadro as palavras PROVISÃO, RESTITUIÇÃO, RESTAURAÇÃO e JULGAMENTO.
- Citem os milagres e peçam para que os alunos classifiquem cada um deles, conforme a divisão apresentada. 
- Depois,  trabalhem qual a motivação, o objetivo e o propósito destes milagres.
- Depois, leiam o texto “O Galão de Leite”(postado abaixo).
- Para concluir, utilizem a dinâmica Desenrole que Aparece!”(postada abaixo).
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Recomendação:
Professoras e professores,
No momento de preparação da aula, leiam a lição pelo menos 02 vezes, anotem os pontos mais importantes. Pesquisem sobre este tema em livros e sites confiáveis. Não percam o foco do tema da aula, daí a importância de levantar pontos principais e não se prender em pontos pouco relevantes. Preparem-se para ministrar a aula!

Leiam com atenção, este trecho do livro “O Que todo professor de Escola Dominical deve saber”, de Elmer L. Tows:

“Uma professora iniciante de Escola Dominical sentia-se frustrada porque aparentemente não conseguia ser compreendida pela classe. Ela procurou sua mestra favorita, uma professora de Escola Dominical para adolescentes, a fim de pedir ajuda. A professora de adolescentes meneou a cabeça e disse: “Acho que o meu problema era igual ao seu. Quando comecei a lecionar, pensava que deveria ensinar tudo o que sabia, todas as semanas, ou ao menos tudo o que estava listado na revista do professor. Então percebi que se eu levara vinte anos para aprender tudo o que sei, talvez devesse deixar que os alunos estudassem a Bíblia em seu ritmo. Quando mantive o foco no único conceito realmente importante em cada lição, tornei-me uma professora melhor e a Escola Dominical, mais agradável’.
            Muitos professores confrontam-se com a enorme quantia de ensino bíblico que desejam transmitir num tempo muito limitado. Como pode um professor de Escola Dominical discorrer sobre tudo o que se encontra no manual do mestre nos trinta ou quarenta minutos que passa realmente ensinando? Professores eficazes aprenderam a limitar cada lição a uma verdade central. Ensinar um único princípio a cada aula facilita o ensino e o aprendizado. E quando os alunos compreendem um princípio básico, podem supor o restante por si mesmos.
            Um dos primeiros passos ao preparar o plano de aula é identificar uma verdade ou tema central da lição. Se a sua lição não for construída ao redor dessa verdade central, os membros da classe não serão desafiados a aprender. Se tentar comunicar muita coisa numa sala única de aula, os alunos sentir-se-ão sobrecarregados e desestimulados.
            Você só descobrirá a verdade central investindo tempo e energia no estudo da lição. Isso envolve mais do que ler casualmente um trecho das escrituras. Primeiro, você precisa de tempo e lugar definidos dedicados ao preparo das lições. Se possível, estude um pouco a cada dia, em vez de tentar preparar-se apressadamente de uma só vez. Isso lhe dará tempo para refletir sobre o conteúdo e identificar a verdade central”.

Objetivos:
Oportunizar momentos de socialização das bênçãos recebidas e agradecimento a Deus.
Reconhecer que Deus continua operando milagres.
Material:
01 rolo de papel higiênico do tipo picotado
01 caneta para cada aluno.
Procedimento:
- Falem: O rolo de papel higiênico vai passar de mão em mão e cada pessoa deverá retirar a quantidade que desejar, lembrando que outras pessoas também precisaram dele.  Enfatizem que o papel não servirá para uso de higiene.
- Solicitem que cada aluno conte quantas partes picotadas ele tem.
- Agora, orientem para ele escrever, de forma objetiva, uma bênção em cada parte do papel.
Exemplos:
01 parte do papel: 01 bênção
04 partes do papel: 04 bênçãos
- Estipulem no máximo 10 minutos para isto.
Observação: A ideia do uso do rolo de papel higiênico não deve entendida como desmerecimento aos feitos divinos, mas uma proposta de desenrolar(abrir) e aparecer o que estava guardado, expondo a quantidade de bênçãos recebidas pelas pessoas da classe.
- Depois, cantem ou falem, conjuntamente, a 1ª estrofe e o estribilho do hino da Harpa Cristã no. 564:
“Se da vida as vagas procelosas são,
Se, com desalento, julgas tudo vão,
Conta as muitas bênçãos, dize-as duma vez,
E verás, surpreso, quanto Deus já fez!
Conta as bênçãos! Dize-as quantas são,
Recebidas da divina mão!
Vem dizê-las, todas duma vez,
E verás, surpreso, quanto Deus já fez!”

- Depois, escolham um aluno que tem poucas partes do papel e outro que tem muitas e solicitem que socializem com o grupo as bênçãos recebidas.
- Orientem os alunos para que não descartem o papel e socializem em casa o objetivo da dinâmica e incentivem que os familiares também realizem a enumeração das bênçãos recebidas.
- Leiam, Salmo 40.05: “Muitas são , Senhor meu Deus, as maravilhas que tens operado para conosco, e os teus pensamentos não se podem contar diante de ti: eu quisera anunciá-los e manifestá-los, mas são mais do que se podem contar”.

Ideia da utilização do rolo de papel higiênico para outros tipos de dinâmica: desconhecida
Esta versão da dinâmica elaborada por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão: O Galão de Leite
          Eram aproximadamente 22 horas quando um jovem começou a se dirigir para casa. Sentado no seu carro, ele começou a pedir:
          - Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo. Eu irei ouvi-lo. Farei tudo para obedecê-lo.
          Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho:
          - Pare e compre um galão de leite.
          Ele balançou a cabeça e falou alto:
          - Deus? É o Senhor?
        Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa. Porém, novamente, surgiu o pensamento:
          - Compre um galão de leite. Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite.
          O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa. Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido:
         - Vire naquela rua.
        Isso é loucura, pensou ele e passou direto pelo retorno. Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua. No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se a sétima rua. Meio brincalhão ele falou alto
        - Muito bem, Deus. Eu farei.
       Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar. Ele brecou e olhou em volta. Era uma área mista de comércio e residência.  Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estava escura, as pessoas já tinham ido dormir, exceto uma do outro lado que estava acesa. Novamente, ele sentiu algo:
        - Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua.
        O jovem olhou a casa. Ele começou a abrir a porta do carro, mas voltou a sentar-se.           
        - Senhor, isso é loucura. Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?
        Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite. Finalmente, ele abriu a porta...
        - Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas. Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem. Eu quero ser obediente. Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem imediatamente, eu vou embora daqui. Ele atravessou a rua e tocou a campainha. Ele pode ouvir um barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança. A voz de um homem soou alto:
        - Quem está aí? O que você quer?
         A porta abriu-se antes que o jovem pudesse fugir. Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta. Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pé na sua soleira.
          - O que é?
          O jovem entregou-lhe o galão de leite e disse:
          - Comprei isto para vocês.
          O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto. Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha. O homem a seguia segurando nos braços uma criança que chorava. Lágrimas corriam pela face do homem e ele começou a falar, meio soluçando:
          - Nós oramos... Tínhamos muitas contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado. Não tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite.
          Sua esposa gritou lá da cozinha:
          - Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco de leite... Você é um anjo?
          O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e colocou-o na mão do homem. Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face. Ele teve certeza que Deus responde as orações.
Autor desconhecido.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...