segunda-feira, 4 de março de 2013

Jovens e Adultos - Lição 10: Há um Milagre em sua Casa

Professoras e professores, para esta lição, apresento as seguintes sugestões:
- Para iniciar a aula, destinem pelo menos 05 minutos para manter um contato com os alunos, antes de introduzir o tema da aula. Para isso, vocês devem perguntar como eles passaram a semana; observem atentamente o que eles estão falando, pois vocês podem detectar se há alguém precisando de oração, de uma conversa etc. Apresentem os visitantes.
Vejam também qual o melhor horário para vocês apresentarem os alunos aniversariantes da semana, se houver.
Com esta atitude, somada aquela do início da aula, vocês estão formando vínculos afetivos com os alunos.

Observação importante:
Caso vocês ensinem em uma classe composta por mulheres ou mista, não se esqueçam de homenagear as mulheres pelo seu dia – 08 de março. Para isto, organizem o tempo de aula, separando um momento final para este fim.
Vejam sugestões na categoria Homenagem.

- Dando continuidade, falem sobre o tema da aula: Há um milagre em sua casa. Trata-se de um milagre que envolve o Profeta Elizeu e uma mulher.
- Peçam para que os alunos relatem este episódio, bastante conhecido, e escrevam no quadro ou cartolina os pontos principais desta situação.
- Trabalhem os pontos levantados na lição, utilizando o relato e os pontos principais deste milagre.
- Em seguida, leiam: “Então, entra e fecha a porta...” II Rs 4. 4a
Reflitam com os alunos o que pode significar esta expressão “fechar a porta”.
- Depois, utilizem a dinâmica “Portas”, que proporcionará a reflexão sobre portas que precisam ser abertas ou fechadas na vida dos alunos.
- Para concluir, leiam o texto “O Peso da Balança”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Texto Pedagógico: Interação Professor x Aluno

Algumas dicas:

1 - Saber o nome de cada aluno e chamá-lo pelo nome.

2 - Fazer uma lista com nome, data de aniversário, telefones e email dos alunos. Na data de aniversário, fazer uma ligação, enviar um email. Mencionar a data de aniversário do aluno diante da turma, entregando um cartão ou uma lembrancinha (se puder).

3 - Ligar para os alunos que estão ausentes. Se precisarem de uma visita, organizem este momento com outros alunos.

4 - O professor deve orar por seus alunos. Pedir oração por algum aluno que está passando por uma dificuldade.

5 - Procurar conversar com os alunos.

6 - Conhecer o perfil da turma ou tipo de classe, por exemplo: classe de jovens, de senhores, de senhoras, Terceira Idade, casais casados, “casais” ainda não casados (noivos), etc.

7 - Contextualizar o tema da aula para o tipo de classe e de aluno que você ensina.

8  - Promover a participação do aluno, durante a aula.

9 - Estar presente às aulas e se sentir participante da classe – criar vínculo com a turma.


10 – Não se esquecer de algumas datas(como estas citadas abaixo), mencioná-las na sala de acordo com o tipo de aluno que você tem e promover algo de acordo com suas possibilidades.

Dia Internacional da Mulher: 8 de março
Dia das Mães: 2º. domingo de maio
Dia do Pastor: 2º.domingo de junho
Dia dos Namorados: 12 de junho(para classe de casais casados ou noivos)
Dia dos Pais: 2º. domingo de agosto
Dia do Idoso: 1º. de outubro
Dia do Estudante: 11 de agosto
Dia da Secretária(o): 30 de setembro - na EBD e nas classes de EBD há  secretárias(os).
Dia da Criança: 12 de outubro

11 – Criar um blog para a turma. Manter contato com os alunos através das redes sociais.

12 - Organizar eventos sociais para a classe, extra EBD, num local adequado para momentos de oração, de estudo, troca de experiências, socialização, brincadeiras(observar a idade)etc.

Para estes eventos, sugiro a utilização de dinâmicas. Vejam as dinâmicas postadas no Blog Atitude de Aprendiz, que poderão ajudar ao professor obter maior conhecimento sobre os alunos e promover maior integração e conhecimento. Para acessá-las sigam o link no nome de cada dinâmica.

Objetivos:
Conhecer melhor os alunos.
Refletir sobre objetivos de vida já conquistados e elaboração de outros.
Objetivos:
Promover socialização dos alunos, através da apresentação do seu nome, seu significado e/ou algo relacionado à escolha dele.
Oportunizar a expressão de sentimentos.
Refletir sobre a escolha de nomes.
Trabalhar características pessoais e traços de personalidade dos alunos.
Refletir sobre a importância de cada pessoa no grupo.
Objetivos: 
Promover socialização do grupo.
Exercitar a oração intercessória.
Objetivo: Refletir sobre a importância de cada indivíduo ter objetivos, sonhos, projetos e procurar concretizá-los.
Objetivos: 
Compartilhar motivos de oração e agradecer as bênçãos recebidas.
Promover socialização do grupo.
Objetivos: Promover integração do grupo e exercitar a oração intercessória.
Objetivos: 
Promover integração do grupo.
Exercitar a oração intercessória.

Destas dinâmicas citadas, sugiro que inicialmente o professor utilize “O Livro da Vida”, “Meu Nome é...”, “O Espelho” e a “Entrevista”, em momentos distintos.

Por Sulamita Macedo.

Dinâmica: Super Virtuosa
Objetivo: Refletir sobre as inúmeras atividades que a mulher exerce, que devem ser acompanhadas das virtudes descritas em Pv 31.
Material:
01 espelho grande
01 pincel atômico
Procedimento:
- Apresentem um espelho grande e deixem que elas se olhem.
- Falem: Cada uma de vocês é uma mulher que tem sua individualidade, suas características próprias.
Falem ainda: cada mulher é única, mas precisa se dividir em várias funções para cumprir sua tarefa de mulher.
- Então, com o pincel atômico comecem a dividir o espelho em várias partes para demonstrar a multiplicação de atividades que a mulher exerce.
- Solicitem que elas falem escrevam o nome das diversões atividades que elas exercem dentro de cada parte dividida.
- Depois, falem: Não temos superpoderes, mas temos a grande capacidade de ser múltiplas sendo apenas uma, realizando várias coisas ao mesmo tempo.
- Para realizar tantas tarefas com qualidade, precisamos observar algumas virtudes,  que encontramos descritas em Provérbios 31: 10 a 30.

10 A mulher é preciosa
11 A mulher é confiável
12 A mulher é abençoadora
13, 19, 22a, 27 A mulher é trabalhadora
14, 15, 18b, 21 A mulher é administradora organizada
16, 24  A mulher é negociadora
17 A mulher é forte
18a A mulher é boa produtora de bens
20 A mulher é generosa
22b A mulher é elegante
23 A mulher é refletida no seu marido
26 A mulher é sábia e prudente
28 A mulher é bem aventurada
30 A mulher teme ao Senhor
- Depois, leiam com todas as alunas Pv 31.10a “Mulher virtuosa quem a achará?
- Para finalizar, vocês podem presentear as alunas com uma toalhinha com o nome “Virtuosa”(se houver condições).
Por Sulamita Macedo.

Dinâmica: Quem é você, Mulher?
Objetivos:
Refletir sobre a importância da mulher diante dos múltiplos papéis que executa nos mais variados setores da sociedade.
Refletir sobre a valorização da mulher.
Refletir sobre a importância da auto-estima elevada que a mulher deve ter.
Material: 01 espelho dentro de 01 caixa. A caixa deve ser fechada.
Procedimento:
- Falem para as alunas, mostrando a caixa fechada: “Aqui dentro tem uma foto de uma pessoa muito importante”.
- Solicitem para que cada aluna abra a caixa e olhe para a “foto”, isto é, a imagem dela refletida no espelho. Peçam para que não revelem a identidade da pessoa e nem que há um espelho ao invés de uma foto.
 - Depois disto, peçam para que elas digam características da pessoa da “foto”. Com certeza as respostas serão bem diferentes, pois cada uma vai falar de suas próprias características.
- Então, perguntem: Afinal, quem é a pessoa da “foto”? Aguardem as respostas.
Espera-se que elas digam que se refere à mulher, com as mais variadas características: alta,baixa, magra, fofinha, extrovertida, calma, alegre, trabalhadora, estudante, amorosa, mãe, esposa, solteira etc.
- Certamente aparecerão também características de pouca valorização da mulher, decorrente de ações por parte de quem ela convive e/ou também por baixa auto estima.
- Então, leiam Lucas 13. 10 ao 13, texto no qual encontramos a cura de uma mulher que era encurvada. Imaginem como era incômodo para esta mulher viver desta forma, peçam então para alguém da classe ficar encurvado por alguns momentos. Falem da dificuldade dessa mulher em enxergar o que a cercava e também sua condição como pessoa, como mulher enfrentando tal problema. Mas, algo maravilhoso aconteceu que ela ficou curada e passou a ter uma visão diferente de si mesma e das coisas que a cercavam. Solicitem que a pessoa da classe volte a posição normal e perguntem como se sentiu, ficando encurvada.
- Agora, perguntem : Quem é você, hoje? Encurvada diante de sua situação ou de cabeça erguida mesmo enfrentando problemas?
- Continuem, falando: Muitas mulheres podem estar passando por situação semelhante, mas lembrem-se que a “foto” que você viu de si mesma, é feitura das mãos de Deus, valorizada por Ele. Então, levante a cabeça, mude a visão que tem de si mesma e da situação que a cerca.
- Falem, no dia 08 de março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher. Hoje, estamos aqui homenageando-a.
- Para finalizar, presenteiem as alunas com um espelho pequeno ( se houver condições).
Por Sulamita Macedo.
Objetivo: Refletir sobre portas que precisam ser abertas ou fechadas na vida dos alunos.
Material: ¼ de uma folha de papel ofício com uma figura de porta(s), para cada aluno.
Procedimento:
- Falem:
Porta é um local de passagem entre dois ambientes, entre situações conhecidas, desconhecidas, confortáveis ou não.
 A porta pode nos trazer a ideia de segurança, proteção, defesa, aprisionamento.
A porta nos dá a opção de abrir ou fechar de acordo com a finalidade ou situação.
- Entreguem para os alunos ¼ da folha de papel ofício com uma figura de porta(s).
- Solicitem que os alunos reflitam, individualmente, que tipo(s) de porta precisam abrir ou fechar em sua vida. Os alunos podem acrescentar outras portas de acordo com sua necessidade.
- Deixem os alunos à vontade para apresentar ou não, suas respostas.
- Para concluir, façam uma oração pelos alunos e, em seguida,  solicitem que guardem esta atividade, para momentos posteriores, a sós com Deus.
Por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão: O Peso da Balança
             Uma pobre mulher, com visível ar de derrota estampando no rosto, entra em um armazém, aproxima-se do proprietário – conhecido por seu jeito grosseiro - e pede que lhe venda fiado alguns mantimentos.
            Ela explica que o marido está muito doente e não pode trabalhar e que tem sete filhos para alimentar. O comerciante, com ar de desdém, pede que se retire.
            No entanto, a necessidade da família fala mais alto, e ela implora:
            - Por favor, senhor, juro que lhe pago quando tiver dinheiro!
            Insensível, o homem responde que ali ela não tem crédito.
            Em pé, no balcão ao lado, um freguês, que havia ouvido a conversa, aproxima-se do dono e pede que, por sua conta, dê a ela tudo de que precisa.
            Meio relutante, o comerciante pergunta à mulher:
            - Você tem uma lista de mantimentos?
            - Sim, ela responde.
            - Muito bem, coloque-a na balança e o quanto ela pesar, você receberá em alimentos!
            Humilhada, hesita por uns instantes e, com a cabeça curvada, retira da bolsa um pedaço de papel, escreve alguma coisa e o deposita suavemente na balança. Os três ficam admirados quando o prato que continha o papel desce ao máximo e assim permanece.
            Pasmo com o marcador, o dono do armazém vira-se lentamente para o freguês e comenta, contrariado:
            -Não posso acreditar!
            O freguês sorri e o homem começa a colocar os mantimentos no outro prato. Como a balança não se equilibra, ele continua colocando mantimentos até não caber mais nada. Então, fica ali parado olhando para o equipamento, tentando entender o que teria acontecido...
            Finalmente, ele pega o papel e fica ainda mais espantado ao constatar que, em vez da lista, havia apenas uma oração: “Meu Senhor, Tu conheces todas as minhas necessidades e eu as coloco em Tuas mãos.”
            O homem entrega a mercadoria no mais completo silêncio. A mulher agradece e sai.
Autoria desconhecida.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...