terça-feira, 19 de março de 2013

OS TRÊS JULGAMENTOS


  
LIÇÕES DO TEXTO  -
 1ª Coríntios Cap.4










·  Paulo pondera ser razoável que os homens nos considerem como ministros (servos) de Cristo e mordomos (aqueles que cuidam das coisas do seu Senhor), os frutos ou obras nos qualificam (1 Co 4.1);

·  Se espera fidelidade dos mordomos a fim que o nome de Deus seja enaltecido (1 Co 4.2);

·  Vs 3 - 5 – Aprendemos aqui os três julgamentos: julgar a si mesmo; julgamento alheio e julgamento de Deus (1 Co 4.3-5).

- Auto Julgamento (1 Co 4.3,4): Minha avaliação sobre mim é correta? (1 Co 9.27; 10.31-33)

- Julgamento por outros (1 Co 4.5): O que outros falam de mim é verídico? O julgamento alheio precisa ser criterioso (Mt 7.1-5; Tg 4.11,12; Rm 14.10)

- Julgamento de Deus (1 Co 4.4): O que Deus pensa de mim? Á Deus pertence o julgamento dos homens (Rm 8.34; Jo 8.15,16; 1 Sm 16.7)

·  Paulo e Apolo praticavam o que ensinavam, dando exemplo dessa forma os Coríntios podiam aprender através do exemplo, isto em nome do amor (1 Co 4.6-13; 11.1);

- Nestes versículos Paulo faz alusão à arena de Roma, que os homens eram postos á lutarem até á morte, “faz referência que os apóstolos eram como lixo do mundo e escória de todos.”

·  Apesar de a admoestação ser dura, fazia-o com amor como a filhos, não para envergonhar, agia com exemplo, digno de imitação (1 Co 4.14-16; 13.1-4; Hb 12.6,7);

·  Ainda que a palavra tenha sido ensinada, é importante ser relembrada por homens santos e fieis a Deus (1 Co 4.17); Alguns vivem, como ser Deus não fosse pedir conta de suas atitudes (1 Co 4.18,19, 21; Rm 14.12);

·  O reino de Deus não é de palavras, mas de poder. Estudar, adquiri conhecimento, sem buscar a unção de Deus é inútil (1 Co 4.20; At 10.38; 2 Pe 3.18);


Conclusão do Aprendizado:
Cada um receberá de Deus conforme suas obras, andemos como filhos da Luz, servindo a Deus sobre seu poder e graça.


Fonte:
Comentário Bíblico N. Comentário - W. C. G. Proctor.
Bíblia de Ajudas Adicionais, Editora: Alfalit Brasil.

Professor Robson Santos

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...