quarta-feira, 6 de maio de 2015

Jovens: Jesus e o seu tempo – Lição 06: Jesus, o Templo e a Sinagoga (Dinâmica de Aula)

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais,deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Escrevam o título da lição no quadro: Jesus, o Templo e a Sinagoga.
- Apresentem figuras do Templo de Jerusalém da época de Jesus, sinagogas, semelhantes a estas abaixo.
Aproveitem falem o que diferenciava o templo da sinagoga. Enfatizem que Jesus frequentava estes lugares.


Mostrem também as ruínas do templo e o muro das lamentações, apresentando informações sobre o que se faz na atualidade neste lugar.
A apresentação das figuras pode ser de forma impressa ou através de slides, dependendo das possibilidades de sua igreja.
- Em seguida, apliquem a dinâmica “No Templo”.
- Depois, trabalhem o conteúdo da lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
- Para concluir, leiam o texto de reflexão “Sermão Silencioso”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: No Templo

Objetivo: Enfatizar a importância do cristão ser frequente aos trabalhos da Igreja.

Material:
01 palito de churrasco para cada aluno

Procedimento:
- Entreguem 01 palito de churrasco para cada aluno.
 - Depois, peçam para que quebrem. Eles vão quebrar com facilidade.
- Em seguida, peguem uma quantidade de palitos correspondente ao número de pessoas, entreguem para uma pessoa do grupo. Peçam que ele quebre o conjunto de palitos. Ele não vai conseguir.
- Agora, reflitam sobre as lições que podem ser tiradas deste procedimento:
O cristão isolado pode ter mais dificuldade para se manter em pé, as dúvidas e as críticas que recebe pode enfraquecer sua fé, e ser quebrado como aconteceu com o palito.
Mas, se estiver integrado, se sentirá mais forte e com orientação se sentirá fundamentado na Palavra de Deus e seguro para prosseguir, como na demonstração de todos os palitos juntos.
- Em seguida, apresentem este versículo para enfatizar a importância da integração do cristão aos trabalhos da igreja:
: “E ajunta um ao outro, para que se unam, e se tornem uma só vara na tua mão”(Ez 37:17).
“...o cordão de três dobras não se quebra tão depressa”(Ec 4:12b).
Ideia original desconhecida.
Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão
Sermão Silencioso
Que importância tem a nossa comunhão com a Igreja local? Deixe-me responder a esta pergunta com uma história.
                Um pastor estava preocupado com a ausência de um homem que normalmente vinha aos cultos. Depois de algumas semanas, ele decidiu visitá-lo. Quando o pastor chegou à casa deste homem, ele o encontrou sozinho, sentado diante de uma lareira. O pastor puxou uma cadeira e se sentou ao lado do homem. Mas depois de sua saudação inicial, ele não disse mais nada.
                Os ficaram sentados em silêncio por alguns minutos, enquanto o pastor olhava para as chamas na lareira. Então pegou as pinças e tomou cuidadosamente uma brasa acesa das chamas e a colocou de lado. Sentou-se de volta na sua cadeira, ainda em silêncio. O seu anfitrião observou em reflexão silenciosa como a brasa começou a tremular e se pagou. Pouco depois, estava fria e sem vida.
                O pastor olhou no seu relógio e disse que tinha que ir embora, mas antes disso pegou a brasa fria e a colocou de volta no fogo. Imediatamente, ela começou a luzir novamente com a luz e o calor do carvão aceso ao seu redor.
                Quando o pastor se levantou para sair, o homem também se levantou e lhe deu um aperto de mão. Então, com um sorriso no seu rosto, ele disse: “Obrigado pelo sermão, pastor. Eu vejo o senhor na Igreja, no domingo”.

Autoria do texto: David Roper

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...